Ovos das Miudas…

E quando no passado dia 15 trouxemos para casa Mais Três Galinhas e tivemos alguns problemas de integração, a produção de ovos, que era suposto aumentar, reduziu para 0… 🙁

Mas eis que passadas duas semanas, e resolvido o problema de integração, temos uma bela produção média de 2 a 3 ovos por dia.O que nos deixa bastante felizes 🙂

Agora a parte chata é que as nossas galinhas mais recentes devem achar que são coelhos da pascoa, porque teimam em meter os ovos onde calha e pior que isso “enterra-los” ou seja todos os dias se torna uma aventura descobrir os ovos, achamos inclusive que já devem estar la alguns enterrados. Mas pelo menos acabaram-se as guerras internas e as greves e temos ovos 🙂 e que belos ovos são.

Num post mais a frente falaremos de como resolvemos o problema da integração das miúdas.

Nota: Agora só nos falta descobrir qual delas é que anda a meter ovos verdes 😉 sim verdes mesmo.

As Galinhas…e o Antibiótico…

Sim, leram bem, o antibiótico. Há alguns dias tínhamos reparado que a Gertrudes estava constantemente a “espirrar” não sabemos se será este o termo correcto, mas a realidade é que era o que parecia. Fomos a net pesquisar um pouco e chegámos à conclusão que aparentemente era normal, desde que a galinha:

  1. Continuasse a comer normalmente
  2. Continuasse a beber agua
  3. Não tivesse nada junto as vias nasais.

Ora como todos os dias verificávamos e todos estes pontos estavam ok, nunca nos preocupamos muito, até este sabado de manha que achamos a Gertrudes muito mole quase sem conseguir andar e reparamos que tinha então algo junto às vias nasais e ainda se notava bastante dificuldade em respirar.

Estava na altura de irmos comprar qualquer coisa para tratar disso. 10 minutos depois, estávamos de volta com um produto chamado Vetmaia a versão mais forte, porque no estado que ela estava, tinha que ser.

Lemos as indicações na caixa e reparamos que apenas dizia que era indicado para Aves decorativas e ficamos preocupados, mas nada que um telefonema para os fabricantes, que nos atenderam ao sábado, não resolvesse e chegássemos a conclusão que se podia e devia administrar este produto o mais rapidamente possível.

Consiste em uma colher de sopa por cada 5 litros de agua, mudar a água todos os dias, durante cinco dias. Mas antes disso ainda tratamos de limpar bem a zona respiratória da Gertrudes que não achou muita piada.

Como a mistura é feita na água, todas as miúdas vão beber o antibiótico, mas também nos foi dito que não fazia mal, e que até era recomendado para prevenir aumento de infeções.

No dia seguinte a Gertrudes já estava melhor e sabemos isso porque já andava novamente a implicar com as mais pequenas 😉

Agora é só esperar pelos cinco dias passarem e ver como corre, ontem ela ainda espirrava de vez em quando…

Nota: O mal de ter galinhas como animal de estimação é que não há muitos veterinários que tratem de galinhas, por isso temos que depender um pouco do conhecimento social e de alguns sites online…

 

 

 

Os Novos Ovos…

Como indicámos pelo post anterior temos 3 novas miúdas, e logo no primeiro dia presentearam-nos com um belo ovo.

Mas só quando se vê é que realmente nos apercebemos da diferença de tamanho dos ovos de uma “cócó” para uma galinha das outras.

E nada melhor do que chegar a casa e no mesmo dia termos dois ovos, um de cada uma delas:

O da esquerda é da Gertrudes e o da direita é de uma das outras três, ainda não conseguimos perceber bem quais é que estão a pôr ovos e quais é que não estão, mas eu diria que apenas uma delas é que não está a pôr. É cá um feeling!

Este fim de semana vamos fazer ovos estrelados e depois mostramos por aqui as fotos 😉

PS: Entretanto as quatro la se vão dando melhor, o pior é mesmo na hora de dormir que é cá um regabofe que a Gertrudes não deixa as outras entrarem para o dormitório, é sempre a rir. Um dia destes filmamos para depois colocar aqui.

As Miudas…em 2011/08/09

Tudo tem andado calmo pelo reino da Villa Faneca nos últimos dias, é um facto que pararam de por ovos a semana passada e voltaram a por este domingo que passou. Temos quase 100% de certeza que quem pôs o ultimo ovo foi a Gertrudes, porque era quem la estava sentada naquele local e pelo tamanho do ovo, que é um ovo já daqueles à seria, ou seja um XXL 😉

Gertrudes

Tivemos alguns problemas porque durante alguns dias, reparamos que a Gertrudes não estava a subir para o domitorio à noite, e estavamos, erradamente, a associar isso à morte da Josefina! Não podiamos estar mais enganados, o que se passava é que devido ao aumento de composto no chão, isto porque usamos a técnica de deep litter, a rampa de acesso ao dormitório mudou de sitio, impedindo assim a Gertrudes, que esta grande para xuxu, de dar a curva para entrar no dormitório.

Por isso um dos factores muito importantes na criação de galinhas é de vez em quando estar um pouco a observa-las, porque com apenas 5 minutos de observação conseguimos perceber o que se andava a passar e imediatamente resolver o problema. Claro que nas noites em que não percebíamos o que se passava tínhamos que a colocar ao colo no dormitório, e isso não era nada pratico. Mas no final tudo se resolveu, e agora as miúdas andam felizes da vida.

Maria

A Gertrudes adora que lhe façamos festas, assim tipo a dar-lhe os parabéns quando mete um ovo, a Maria nem por isso, é mesmo velhaca, ora reparem como ela esta a olhar para nos como quem diz, “O que é que estas aqui a fazer no meu espaço pa?” 😉

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...