O Canon 430EX…

À pouco tempo obtivemos em segunda mão um par de flashes Canon 430EX, em que um deles só disparava a 100% de potencia e o outro tinha o difusor de 24mm partido devido a uma queda…

Andámos a procura no eBay, e chegámos a conclusão que ficava por cerca de 20€ um novo difusor, mas foi quando a pessoa que nos deu os flashes nos deu a ideia de tirarmos o difusor do flash que só disparava a 100% e colocar no outro, passando assim de ter dois flashes a funcionar “coxos”, para passar a ter um 100% funcional e o outro a 50%, e claro a preço 0€, que é o que nós gostamos mais 🙂

E assim fizemos. Não há muita informação online sobre este tipo de operaçao, talvez porque quando isto acontece as pessoas preferem comprar novo, mas depois de muito procurar lá encontramos um que ensinava, mais ou menos que parafusos tirar, tínhamos o ponto de partida, depois era só ir a pesca..

Fizemos um pequeno timelapse que não ficou dos melhores, mas dá para ter a ideia de que é um processo simples, desde que se tome atenção aos parafusos para não sobrarem 😉

Mais um DIY com sucesso da nossa parte, e que nos poupou alguns €€€ 😉

 

O restauro do Machado – 1ª Parte

Este machado era do meu pai e lembro-me que raramente me deixava mexer por ser perigoso. Não é um machado xpto mas tem valor sentimental e lembro-me que já uma vez se tinha partido e o meu pai com a sua paciência de jó la o arranjou e assim se aguentou por mais uns anitos, diria mais de 15. Mas como tudo, la se partiu novamente.

Ja andava partido no armário do quintal a mais de 2 meses, e agora decidimos que tinha que ser arranjado. Ainda não sabemos se será para usar ou simplesmente para colocar por cima da churrasqueira a enfeitar. Até porque o cabo cada vez esta mais pequeno, e pensamos que depois de arranjado, já não terá balanço suficiente para ser um machado usável.

Mas vamos ao que interessa, o arranjo.

A primeira parte era tirar o bocado partido de dentro do machado.

Nada que um martelo, um torno e um formão de madeira não resolvessem. Tirada a peça era a altura que talvez fosse dar mais trabalho, ou seja, desbastar parte do cabo até à medida certa do machado.


Para isso começamos por desbastar com a ajuda de um formão de madeira, passando depois para uma mini-polaina, e acabando como sempre, para ficar realmente liso, com a lixadeira de rolos eléctrica.

Deu algum trabalho de cerca de 1 a 2 horas com cuidado para não tirar demais nem de menos 😉

Ariops…tínhamos machado no sitio.

Mas ainda temos que fazer uma pasta de serradura e cola para encher os espaços que se podem ver na foto acima. E este é mais um dos motivos pelo qual pensamos que este machado não será mais usado para cortar madeira. Mas que vai ficar um bom trabalho la isso vai.

O que falta fazer:

  • Pintar – Será pintado de branco porque é a única tinta que tínhamos la anti-ferrugem.
  • Colocar o cabo – E o respectivo enchimento.
  • Afiar – Machado que é machado tem que ser bem afiado. Vamos usar umas técnicas que vimos no Discovery Channel sobre Espadas de Samurai 😛
  • Expor na Parede

Mas isso é para um outro post que este já vai longo 😉

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...