Curtimos as azeitonas…

Já tínhamos aqui dito que tínhamos apanhado as azeitonas, e que em breve as iríamos “curtir” que é o termo correcto para tratar das azeitonas, que é como quem diz, torna-las comestíveis 😉

Decidimos seguir a receita que nos foi dada pelo Paulo Pinto nos comentários do post As Azeitonas, que consistia em:

  1. Azeitonas
  2. Um frasco grande com tampa
  3. Agua
  4. Sal (Muito)
  5. Coentros
  6. Alhos (2 ou 3 dentes)
  7. 2 Rodelas de limão

E assim foi, quando tínhamos tudo preparado decidimos fazer a mistura:

Da esquerda para a direita, colocámos sal, uma mão cheia de orégãos, 3 ou 4 dentes de alho. No final, e aqui decidimos inovar, usámos duas rodelas de limão desidratado, porque não tínhamos limões frescos. Depois foi só juntar agua até acima.

Agora é só deixar durante um mês e voltar a substituir a mistura por uma nova, e em três meses, mais ou menos teremos belas azeitonas para comer, ou não! 😉

As azeitonas…em 2011/11/22

No dia 23/05/2011 reparámos que a nossa oliveira estava a ficar cheia de azeitonas, agora, o que não pensávamos é que ela ia crescer tanto e íamos consegui passados 6 meses apanhar aproximadamente meio kg de azeitonas..

Sim, meio quilograma de azeitonas não é nada, e nem tão pouco da para fazer azeite, mas certamente vamos tentar trata-las e fazer umas duas tigelas de azeitonas com azeite, alho, e outros condimentos, que não sabemos bem quais são, mas vamos aprender. 🙂

O  que interessa é que é mais um caso de sucesso na nossa pequena Quinta Faneca™ do qual nos orgulhamos muito.

Entretanto tivemos que mudar a oliveira de dentro do Villa Faneca II porque já não tinha espaço para crescer, e estava a perder as azeitonas todas porque as miúdas as comiam ;). Esperemos que se safe.

Depois damos mais detalhes sobre as azeitonas, ou seja a receita que vamos usar e se são boas ou não 😉

Os Marmelos…

Infelizmente, não são do nosso quintal, mas como são da minha mãe achámos por bem partilhar 🙂

Lembro-me quando eramos novos de irmos “roubar” marmelos e comer aquilo, hoje em dia so de pensar nisso ate se me arrepiam pelos que nem sabia que tinha, mas a realidade é que na altura era bom.

Enfim, mas voltando aos marmelos e o porque de estarmos a falar nisso, ontem quando fomos a casa da minha mae, reparamos que ela tinha dois marmeleiros carregados de marmelos, e estava na altura de apanhar alguns para fazer algo que esta prestes a acabar lá em casa e que simplesmente adoramos, isso mesmo Marmelada Caseira!. Não há nada melhor.

E a melhor parte é que reparámos que a árvore de marmeleiro que a minha mãe tem ocupa pouquíssimo espaço e por isso mesmo já ficou na calha em breve plantarmos um marmeleiro lá na Quinta Faneca.

E ainda para juntar as coisas boas, a minha mãe vai fazer a marmelada durante esta semana, fazendo assim com que os netos vejam como se faz marmelada e com que eles deem mais gosto de coisas apanhadas das árvores.

Deixa-nos muito felizes. 🙂

O Limoeiro…em 2011/07/29

No dia 04/04/2011 o nosso patrocinador (Semenclasse) ofereceu-nos duas das 3 árvores de fruto que temos. Sendo elas, um Limoeiro e uma Laranjeira.

Na realidade limões é coisa que nao precisamos muito ate porque a minha mãe tem no quintal nada mais nada menos do que 5 ou 6 limoeiros, e limão, infelizmente chegamos a deitar fora, claro que agora com a nossa maquina de desidratar deitamos muito menos fora, mas mesmo assim ainda é muito limão.

Mas Quinta que é Quinta tem que ter um Limoeiro e nós não queríamos ser diferentes por isso pumba la veio um limoeiro. Há pouco tempo reparámos que estava cheio de flor mas não ligamos muito porque a árvore ainda era muito nova, mas eis que passados 3 meses já temos não um mas dois limoes de tamanho parecido com uma bola de ping-pong, mais coisa menos coisa 😉

Agora, pode-se dizer que sim são apenas 2 limoes, mas a realidade é que isto nos deixa muito felizes porque é mais um projecto com sucesso. 🙂

Nota: A Laranjeira devido aos ventos que se fizeram sentir na Primavera perdeu as flores todas e por isso laranjas não vamos ter, quem sabe para o ano que vem 😉

A Nossa Oliveira…em 2011/05/23

Quando nos ofereceram a Oliveira nunca pensámos que ela fosse efectivamente, passados cerca de 6 meses começar a dar azeitona…

Mas a realidade que nos apercebemos à uma semana é que a miúda está cheia de azeitonas, sim azeitonas…

Não tencionamos fazer azeite porque estivemos a ler a não é coisa fácil, ate nos atrevemos a dizer que é estupidamente complicado, vamos então optar pelo mais fácil, ou seja, vamos aproveitar para fazer umas belas azeitonas para comer.

Já andámos a ver umas receitas e é bem mais simples do que fazer azeite ;).

Claro que não vamos fazer kilos de azeitonas, ate porque a nossa oliveira tem uns módicos 1.5 mts de altura, e é muito novinha, mas certamente teremos algumas para com uns belos coentros também da nossa horta e uns alhos, que ainda não são da horta mas poderão vir a ser, nos deliciarmos :).

Nota: A Faneca não gosta de azeitonas, por isso serão só para mim… 🙂

O nosso Limoeiro e Laranjeira…

Este domingo quando fomos ao Mercado de Azeitão buscar as nossas meninas, tivemos mais uma vez uma excelente oferta do nosso patrocinador do costume, a Semenclasse, que se faz representar pelo Sogro/Pai 🙂

Era nem mais nem menos do que:

  • Um Limoeiro de casca fina que da limões o ano inteiro.
  • Uma Laranjeira da variedade baía, que vem cheia de flor, implicando que este inverno talvez(obrigado Bull 😉 ) já vamos ter as nossas próprias laranjas 🙂

Uma vez que são de tamanhos diferentes ficaram muito bem em formato de escada no nosso canteiro no quintal, começando na de Kumquat e subindo até ao Limoeiro que é a mais alta.

Ambas as 3 árvores estão no mesmo canteiro, e o local onde elas iam ficar tinha la uma sica que tinha que sair.

Na realidade podíamos ter tirado fotos do processo e tentar explicar tudo de como fizemos e não fizemos, mas como sempre decidimos pelo metodo mais simples, um video em Time Lapse… 🙂

Nota: o nosso quintal ao contrário de que possam pensar é bastante pequeno, só que nós tentamos rentabilizar ao máximo o pedaço de terra que temos, usando para isso técnicas de cultivo na cidade e árvores pequenas.

Como sempre, já sabem, sugestões e ideias, venham elas que são sempre bem vindas…

Kumi!…a nossa arvore de kumquat.

Como falamos no post de ontem, aqui esta a nossa arvore de kumquat’s colocada no sitio e pronta para nos brindar com este fruto..errr digamos…diferente 🙂

A realidade é que no local onde ela está era para ser colocada mais uma SFG com ervas, tipo salsa, coentros, malaguetas e por ai fora, mas como fruta tambem faz falta optamos por colocar aqui a nossa Kumi.

E que tal um pequeno DIY de como plantar árvores? bem, por esta altura ja perdemos metade da clientela, é que plantar árvores todos sabem, mas mesmo assim vamos falar nisso. 😉

Há varias maneiras de fazer isto mas nós vamos falar da maneira que sempre nos ensinaram.

Ca vai:

  • Aproveitar sempre a terra que vem no vaso! Isto tem uma explicação muito simples, é que assim a planta nao “stressa” tanto da mudança de clima, e pode calmamente adaptar-se ao seu novo poiso.

  • O cavar o “buraco” na realidade não tem muito que saber mas o ideal é colocar o vaso no local onde queremos que a planta fique e tirar uma medida mais ou menos a olho do espaço que vai oucupar.
  • Em seguida cava-se ate ficar mais ou menos o vaso dentro do buraco com apenas cerca de 2 dedos de terra de fora.

  • Retira-se a planta do vaso com muito cuidado para não danificar as raízes e pronto, esta feito.
  • Depois é só acamar a terra dos lados da árvore com a terra que se retirou do buraco e regar um pouco, isto se a terra estiver seca
  • Ariops, temos uma árvores feliz e pronta a dar frutos por muitos e longos anos.

Existem ainda outras técnicas de manutenção que a árvore poderá ter que ter, mas isso fica para outro post.

NOTA: Sim, nos gostamos mesmo de dar nomes as nossas árvores e animais… 🙂

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...