Mudanças de Vida…

Bem, chega uma altura em que todos temos que fazer algumas mudanças na nossa vida, e eis que chegou a nossa vez.

Não vamos para já entrar em grandes pormenores, mas o que podemos para já dizer é que temos alguma urgência em ver resolvidos alguns assuntos, nomeadamente a as nossas meninas, aka as nossas galinhas.

No nosso novo projecto de vida nao temos maneira de comportar/alojar 6 galinhas, sendo que 5 delas sao pequenas e a outra um pouco maior, assim mesmo grande.

Por isso estamos a dar as mesmas. Deixa-nos um pouco tristes, mas tem mesmo que ser.

E aqui ficam duas fotografias delas, se quiserem depois podemos mandar mais:

 

20121209-105908.jpg

20121209-105941.jpg

Sao todas galinhas poedeiras, e apesar de agora estarem a por um pouco menos devido ao frio, sao muito regulares.

Se estiverem interessados por fazer deixem ai um comentário nos comentários ou mandem-nos um email para info at rechena dot com.

Tambem podemos oferecer o galinheiro a nossa Vila Faneca, mas terá que ser assim montado, ou seja quem ficar com ele convém que tenha uma carrinha, e nao garantimos que o mesmo não se desmancha todo quando o tentarmos tirar de onde se encontra, se ninguém ficar com ele será para desmanchar a aproveitar a madeira para queimar.

Por favor ajudem as nossas meninas.

Ate já….

Medir o Consumo da EDP…

Quando começámos o nosso projecto dos painéis solares algo que queríamos saber para podermos fazer cálculos, e também porque era giro, era o consumo que estávamos a fazer na nossa casa.

Quando se tem arduinos e alguma paciência, tudo se consegue, e foi precisamente isso que conseguimos, usando como base o projecto openenergymonitor.org decidimos adquirir na eBay por 3€ um CT para podermos medir o que queríamos:

Baseamos-nos nisto: CT sensors – Interfacing with an Arduino.

Não vamos entrar muito em detalhes de como as coisas foram montadas e o sketch do arduino porque esta tudo online no site do openenergymonitor.org

Quando montámos tudo e uma vez que não sabíamos se funcionava, metemos ali perto do quadro electrico em cima de uma mesa, mas quando verificamos que estava tudo ok, decidimos por 30€ comprar mais um pequeno móvel Ikea e colocar tudo la dentro, e que bem que ficou 🙂

Actualmente já estamos a medir o nosso consumo de casa total e devemos confessar que é assustador e que não tínhamos noção da electricidade que se gasta em casa, mas depois também é engraçado percebermos que a determinada hora o que é que fez o consumo disparar, e reparamos que são os fornos, os micro-ondas, etc etc.

Por exemplo, neste gráfico do dia de ontem, o que se percebe é que ali a partir das 17:00 ate as 19:00 foi a hora estivemos a fazer o jantar no forno 🙂

Foi mais um projecto que apesar de ter dado alguma luta, devido a estarmos a medir no cabo errado, estamos muito satisfeitos.

 

 

Sistema de Monitorização do Painel Solar…

Quando montámos o sistema de monitorização do nosso painel solar, não tínhamos em mente publicar os valores que ele produzia na Internet, mas como gostamos destas coisas, decidimos fazê-lo. Seguimos o mesmo modulo do Control My Garden mas com algumas alterações, ate porque não é bem para fazer a mesma coisa 😉

Este post será talvez um pouco mais técnico do que os anteriores, mas também são projectos nossos por isso aqui fica.

Para medir os amperes e a voltagem que o nosso painel está a produzir decidimos usar uma pequena placa, de nome AttoPilot que esta rated para medir ate 50V e 180A e para ligarmos os cabos, queríamos que fosse um sistema de liga e desliga com fichas, e nada melhor do que usar o que o fabricante recomenda que são os Dean’s Ultra connectors.

Ora bem, depois de soldado era altura de ligar tudo no painel e começar a tirar contagens.

As fotos não ficaram grande coisa, e ainda queremos fazer uma nova caixa para colocar o arduino e o sensor, mas o que interessa é que já estamos a tirar valores.

A placa Attopilot é um pequeno sistema brutal, pois converte directamente para 5V (input max dos analogs ports do arduino) e podemos tirar a contagem, sendo para isso necessário apenas uma pequena conversão, consoante a placa attopilot, existem 3 versoes, 45Amp, 90Amp e 180Amp.

O sketch em si do arduino é muito simples, usamos o example do Webserver e vamos buscar os dados com um script em Perl para injectar depois no Pachube e no EmonCMS que temos a correr num servidor nosso. Podíamos ter feito o sketch directamente para inserir no pachube, mas o problema é que queríamos ter os valores em vários sítios, e como o arduino tem um problema com DNS optamos por fazer sistema passivo, ou seja ele so gera valores quando invocados. Pode parecer um pouco confuso, mas na pratica é muito simples.

Se quiserem podemos disponibilizar o sketch do arduino que usamos apesar de ser muito simples, é so deixarem ai um post nos comentários a pedir 🙂

Nota: Este gráfico tem ali uma queda entre as 12:00 e as 16:00, mas é devido a termos ficado sem rede nesse período em casa.

Para já o que nos permite perceber é que a nossa maior produção de energia solar é a partir das 11:00 e ate as 16:00 que se mantém sempre acima dos 100W, o que nos leva a concluir que eventualmente possamos expandir o nosso sistema a mais dois painéis, ou talvez efectivamente pensar em colocar o sistema com um tracker solar, teremos que pesar os custos e benefícios 🙂

O sensor de humidade para a SFG+Arduino

Para medirmos a humidade que vai na nossa horta e assim controlarmos a rega e afins (O sistema de rega), temos que ter um sensor de humidade, que liga ao arduino, infelizmente os sensores de humidade profissionais são coisas caras, por isso decidimos recorrer ao barato e “funcional”.

Fazer um sensor de humidade para medir a humidade da terra é coisa simples, basta para isso dois pedaços de metal, preferencialmente galvanizado, ligar ao arduino e pumba tamos a medir “humidade”. 🙂

Aqui fica o nosso:

As imagens são bastante explicativas, trata-se apenas de um pedaço de madeira com 14cm’s e com dois furos onde passam os pedaços de metal que através de um fio leva os dados para o arduino. Simples não?

De facto ainda não estamos muito satisfeitos porque tem um aspecto muito rude, estamos em estudo de um novo, mas para já este vai ter que servir 🙂

Apenas uma pequena explicação de como funciona o sensor de humidade:

Na realidade o que nós medimos não é humidade mas sim voltagem, que com a devida escala podemos saber o estado da horta. Os valores vão de 0 a 1023 em que 0 é desligado e 1023, é encostando os dois pedaços de metal um ao outro.

Ora sabendo isto é so fazer testes, como por exemplo:

  • Sensor dentro de um copo de agua –  ~900
  • Sensor encostado a um pano húmido – ~100
  • Sensor encostado a uma esponja humida – ~300
  • Sensor na SFG totalmente regada – ~700 ou ~800
  • Sensor na Bonsai a precisar de agua – ~200

Enfim, com estes valores já dá para ter uma ideia e não deixar a A nossa Bonsai… e os Os Morangos… passarem sede 😉

O Nosso Painel Solar – A Base Roda.

Na continuação da construção do nosso painel solar, no post O Nosso Painel Solar – A Base mostrámos como é que tinhamos conseguido arranjar a base.

Infelizmente, apos alguma analise cuidada chegámos a conclusão que o motor que tinhamos tinha as seguintes especificações:

Stroke Length: 18″
Suggested Dish Size: 1.2 – 3.6M
Static Load: 1000lbs
Dynamic Load: 550lbs
Speed (Rated Load): 5.6mm/sec
Resolution (Reed): 48 pulse/inch
Input Voltage: 36VDC

O problema surgia mesmo na parte da voltagem uma vez que transformadores de 36V não é coisa que se arranje ai em qualquer lado e muito menos em controladores para ligar ao Arduino… mas, e felizmente, temos o nosso amigo Google e Youtube a solução viria a aparecer num canal de Youtube, um Sr em UK que usa o mesmo tipo de motores que nós e nos deu as dicas certas.

Canal Youtube: Domestic Solar and Wind turbines

Resumindo, apesar do motor ser a 36V, se o ligarmos a 12V ou 24V o mesmo funciona as mil maravilhas, so que é um pouco mais lento, mas a realidade é que se isto é para seguir o sol durante o dia, 12V até é rapido demais ;).

Ariops..tinhamos o nosso problema resolvido. Assim que chegámos a casa tivemos que experimentar e aproveitando que ja tinhamos a base la em casa, o resultado do TimeLapse foi este:

A conclusão que chegamos é que ele demora cerca de 3 minutos a ir do ponto 0% para o ponto 100% o que para nós é perfeito.

Por isso, Sras. e Srs. esta será a nossa base rotativa. É certo que ainda ha muito trabalho, mas termos o motor e a custo 0€ ja é uma grande ajuda.

Mais detalhes brevemente. Proximo passo A Caixa do Painel, estamos a aguardar preços. 😉

http://www.youtube.com/user/windysolar1#p/u/21/BKKJf8vEtuE

O Nosso Painel Solar – A Base.

Ora bem, desde que temos andado ai pelos campos e pelo país que temos visto que cada vez mais pessoas investem em paineis solares motorizados para poder apanhar mais sol possível, portanto era importante que o nosso painel solar feito em casa tivesse a mesma funcionalidade, e como sempre com o menor custo possível!

Após pensarmos um pouco lembramo-nos de algo que a minha mãe ja nos tinha pedido há muito tempo. Remover a parabolica que estava em cima do telhado e que não era usada há uns valentes anos!

Trata-se de uma parabolica de 1.80m, e agora vem a parte importante, motorizada! Ora bem, aqui está o que precisamos, uma base bastante sólida e ainda por cima motorizada com um motor que em principio dará para ligar ao Arduino e controlar a rotatividade do painel.

Como nao podia deixar de ser tivemos que fazer um video. O que nos gostamos é disto, vídeos.

Esperamos que gostem, é um pouco mais curto que os do costume, mas da para ter uma ideia.

Com o que foi removido da parabolica, agora é so fazer a caixa, para colocar os painéis, programar o Arduino, e meter no telhado, mas isso fica para outro post e ainda vai demorar um pouco, ideias e sugestões para a caixa são bem vindas.

Nota: Se alguem tiver prai antenas parabolicas no telhado que não queira, de preferência motorizadas, avisem que por custo 0€ nós vamos ai desmontar, desde que nos deixem ficar com a parte do motor, ei não custa pedir 😛

O sistema de rega…

…finalmente esta pronto e montado e esperemos que a funcionar…

quando vimos a previsão do estado do tempo para este fim de semana começamos logo a pensar que não era ainda desta que tirávamos as fotografias e acabávamos a respectiva instalação, mas afinal o S.Pedro deu-nos umas pequenas treguas o que permitiu efectivamente concluir o sistema.

então como podem ver pela fotografia em cima, o sistema é simples, dois cabos que ligam a uma pequena caixa onde se encontra o relay, que por sua vez saem dois, um para ligar a ficha eléctrica e outro para ligar a eletro-valvula aka válvula Solenóide sendo que esta ultima por sua vez abre e fecha a agua para regar os morangos, e voilá, nunca mais os nossos morango terão falta de agua 🙂

Pelo caminho ainda é anunciado no LCD do sistema que esta a decorrer a rega.

A rega decorre durante periodos de 2 minutos, sendo que terminando esses dois minutos é feita uma nova leitura a ver se ainda precisa de agua, se sim  serão feitas outras regas ate que o sistema detecte que a terra tem a humidade certa.

Agora que o sistema esta finalmente pronto ja podemos mostrar como tudo ficou bem arrumadinho dentro de um armário que até então só servia única e exclusivamente para guardar carvão e aranhas…

E aí esta ela, ok nos sabemos que nao tem um aspecto muito profissional apesar de termos atado os cabos todos com muito cuidado, mas bolas, faz o que é preciso. Ainda estamos em estudo de melhorar a coisa, mas para ja é o que o orçamento permite.. e acreditem que comprar caixas nao sai barato pa 😛

Uma pequena legenda, a caixa grande em cima a esquerda é onde esta o arduino com a respectiva ethernet shield bem como todos os cabos e o conversor de rede eléctrica para rede internet que é a maneira mais pratica que, com o que tínhamos a mão, conseguir enviar os dados dos sensores para o pachube.com. -> Nota: O pachube hoje não esta a actualizar porque definir um ciclo infinito no arduino com um contador definido como int nao dá bom resultado 😛

Presumimos que a caixa seja “estanque” e nao entre agua e nos de cabo do esquema todo.. é um risco.

Sempre que nos apetecer podemos ir ver o estado da coisa no lcd que esta colado de uma maneira muito profissional tambem,(fita cola faz milagres) na caixa.

Ainda estamos com alguns problemas no que diz respeito ao sensor de temperatura, mas estamos de volta dele, tem alturas do dia que o magano nos diz que estão 50º a sombra…

em breve, e isto porque ainda estamos em fase de afinar alguns pontos, será disponibilizado o código do Arduino no JAPAB. isto para quem quiser ver um codigo um pouco ou tanto martelado hehe.  pedimos desculpa da demora, mas não tem sido uma fase fácil e o tempo nao da para tudo…ja conseguirmos tirar algumas fotos e escrever este post não foi fácil.

por isso fiquem por aí 😉

Voltámos…

ariops…estamos de volta, estivemos uns diazitos de férias longe de ideias e projectos, porque tambem faz falta… mas mesmo assim durante as mini férias ainda tivemos que arranjar um tempito para passar em Leria na Sonigate para comprar a Válvula Solenóide que nos faltava para montar o esquema de rega todo…

durante o dia de ontem, no ultimo dia de férias montamos o nosso sistema de rega. Para já, fica apenas a foto com uns pequenos pormenores, do resultado, esperamos hoje a noite ter tempo para tirar as fotos de como ficou tudo. 😉

esperamos que não se tenham ido embora aqui do estaminé…

ja agora ja repararam nos mostradores do estado do nosso jardim ai ao lado? —>>>

é catita né? 😉 depois falamos mais sobre isso também. (pachube.com)

ate ja…

Gastar menos agua a regar?

ora bem…a soluçao passa por:

com um pouco de:

e uns tubos aqui e outros tubos ali:

e pumba temos uma soluçao que poupa bastante agua, Porque?

Ao ser rega de gota a gota, dizem poupar ate 50% de agua e ainda tem a vantagem que usando o arduino para controlar, ela so rega quando a horta ou qualquer outra area realmente precisar de agua.

A ideia é ter varios sensores pelo quintal fora e fazer contas… simples nao? 🙂

Eu sei que podia usar computadores de rega que ja trazem o sensor de humidade. Mas alem de custarem mais de 50€ e so terem um sensor e um fio de 5 mts, não era a mesma coisa, e assim estou a rentabilizar material electrónico que tenho lá para casa. Alem disso o esquema fica ja preparado para no futuro tirar agua dos barris, e em caso de falta de agua nos mesmos, vai buscar agua à torneira…digam la se conseguiam fazer isto com um mero computador de rega pá! E pelo caminho ainda avisa a Nespresso™ na cozinha para tirar um cafezito! 😉

Isto é para adicionar ao conjunto ja existente do “Control My Garden“…

depois, como sempre, mais pormenores quando estiver tudo montado…

Ja agora um pequeno aparte, ultimamente parece que quando preciso de qualquer coisa que sai fora do normal nunca encontro na zona de Lisboa, acabo sempre por após algumas voltas no google encontrar na zona de Leiria, são exemplo disso, os barris de 200 lts e agora a válvula solenóide…

Control My Garden v.0.2.3

isto é o lcd do novo sistema de controle do nosso quintal. tem como funções:

  • Status
  1. Humidade da Terra na SFG
  2. Temperatura no Jardim
  3. Movimento no quintal
  4. Valores actualizados para o Pachube.comver feed do estado do nosso SFG)
  • Automatismos
  1. Rega automatica de todo o quintal
  2. Sensor de Movimento (para manter os animais afastados da horta!!)
  3. Tweets com Reports Diarios do estado da Horta
  4. Tweets em caso de falta de agua ou de movimento no quintal.
  • A implementar:
  1. Nivel da agua nos barris da chuva
  2. Ligar e desligar a bomba que irá tirar a agua dos barris para a horta
  3. Menus no LCD ( para ligar rega, para outros status, etc)
  4. outras ideias ;)

    Tudo isto esta/estará bem descrito de como esta montado, bem como o código, no site do JAPAB – Arduino.

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...