O Canon 430EX…

À pouco tempo obtivemos em segunda mão um par de flashes Canon 430EX, em que um deles só disparava a 100% de potencia e o outro tinha o difusor de 24mm partido devido a uma queda…

Andámos a procura no eBay, e chegámos a conclusão que ficava por cerca de 20€ um novo difusor, mas foi quando a pessoa que nos deu os flashes nos deu a ideia de tirarmos o difusor do flash que só disparava a 100% e colocar no outro, passando assim de ter dois flashes a funcionar “coxos”, para passar a ter um 100% funcional e o outro a 50%, e claro a preço 0€, que é o que nós gostamos mais 🙂

E assim fizemos. Não há muita informação online sobre este tipo de operaçao, talvez porque quando isto acontece as pessoas preferem comprar novo, mas depois de muito procurar lá encontramos um que ensinava, mais ou menos que parafusos tirar, tínhamos o ponto de partida, depois era só ir a pesca..

Fizemos um pequeno timelapse que não ficou dos melhores, mas dá para ter a ideia de que é um processo simples, desde que se tome atenção aos parafusos para não sobrarem 😉

Mais um DIY com sucesso da nossa parte, e que nos poupou alguns €€€ 😉

 

O Telemovel HTC e o seu arranjo…

Há coisa de um mês sem querer mandamos o telemovel de uma amiga ao chão provocando assim que o touch screen se partisse de uma maneira das mais capazes… ou seja tínhamos que substituir, nada que nos, que até somos fãs do DIY, não fossemos capazes de fazer.

A primeira tarefa era ir ao nosso sitio preferido (eBay) e comprar o ecrã, e logo aqui tínhamos a nossa primeira tarefa complicada, que na realidade acabou por ser a unica ;), aparentemente só na Europa é que o HTC Gratia se chama Gratia, porque o resto do mundo é HTC Aria, mas pronto, nada que um email para o vendedor não nos ajudasse a esclarecer. Estava o primeiro passo ultrapassado.

Na sexta feira chegou o ecrã e sábado de manha pegámos nele, sinceramente pensámos que ia ser mais difícil, e quase quase, que não conseguíamos substituir o ecrã porque nos faltava a chave principal para abrir o telemóvel, mas mais uma vez graças a sermos desenrrascados, la conseguimos improvisar e pumba, tínhamos o processo em andamento. Mas o melhor é verem mesmo o vídeo, mas primeiro fica uma foto do antes e do depois:

Antes          ——–>         Depois

E o vídeo:

Esperemos que tenham gostado. 🙂

Acabámos o Móvel da Cozinha…

Bem, na realidade não se pode dizer que efectivamente está acabado, digamos que está assim quase que pronto. E dizemos isto porque ainda não sabemos bem o que vamos fazer à parte de baixo do rapaz, mas para já vai ter que ficar assim.

Nós na copa da cozinha temos um móvel do Ikea daquelas estantes de 4×2 do modelo expdit, já à algum tempo.

Na nossa casa antiga era o “loiceiro” que tínhamos na sala, e para isso compramos na altura duas portas pretas e um modulo de gavetas brancas:

Sendo que as portas seriam para guardar copos e as gavetas o faqueiro.

Mas entretanto na casa nova como temos mais espaço o móvel estava para la perdido na cozinha servindo apenas para guardar garrafas de licores e alguma tralha. No outro dia reparámos que estavam em promoção as gavetas para estas estantes e decidimos que estava na altura de comprarmos mais uma para completar a parte de cima do dito. E assim foi, depois de uma investida ao Ikea local, la trouxemos para casa mais um modulo de gavetas. Agora o nosso móvel de cozinha/copa está muito mais giro, mas ainda um pouco desarrumado.

A sua principal utilidade actualmente é para:

  • Base para as maquinas do pão, desidratador e iogurteira
  • Uma porta para licores – whisky, licor beirão, etc.
  • Uma porta para os copos antigos de licores, eram da minha mãe e avó.
  • Quatro gavetas para tralha diversa, sim agora em vez de duas temos quatro gavetas da desarrumação 😉

Como nunca o tínhamos feito, ;), decidimos fazer um curto Time Lapse da montagem do modulo de gavetas. Aqui fica ele.

Divirtam-se e obrigado por visitarem o nosso blog e verem os nossos vídeos.

Nota: Apesar de no vídeo o armário aparecer com muita tralha em cima, actualmente já não está assim. Está um pouco mais arrumado 😉

Os Cortinados…

Já foram colocados a semana passada mas devido, como sempre, à enorme falta de tempo so agora conseguimos ter o vídeo pronto para mostrar a nossa aventura para colocar os cortinados no quarto dos piratas e no nosso.

Demorou mais de um ano a termos cortinados, mas finalmente podemos dizer..

Temos Cortinados 🙂

Para verem como isto anda de falta de tempo a foto que colocamos abaixo dos cortinados sao capturas do timelapse, a ver se depois colocamos umas fotos como deve de ser.

Os da esquerda são os dos piratas e encontramos no Leroy Merlin. Já a muito que os tínhamos namorado e os piratas adoraram. O varão optámos por um de madeira azul em vez do ferro que temos nos outros da casa. Achamos que fica melhor para um quarto de crianças. Infelizmente o sistema de prender à parede não é dos melhores uma vez que só leva um único parafuso e inclusive já caiu em cima de um dos piratas, mas nada de grave 😉

Os da direita são os nossos e uma vez que a nossa janela tem 2.80m de largura teve que levar 4 cortinados, senão ficavam muito esticados. O varão que escolhemos foi de ferro igual ao da sala e como não há varões de 2.80mts no Leroy, tivemos que optar por 2 de 1.5m e usar uma “união” que eles lá têm própria para isto. Neste caso já os suportes sao dos de dois parafusos e optamos por colocar 3 suportes ficando assim o cortinado suportado em 3 suportes num total de 6 parafusos 😉 não deve cair pá.

Tanto os nossos cortinados como os dos piratas tiveram que ser feitas bainhas para remover cerca de 20cms a cada um.

Fica agora como não podia deixar de ser o vídeo do Making off da instalação dos nossos cortinados, que esperemos que gostem mais uma vez.

E com isto, finalmente terminamos os posts das coisas que fizemos no fim de semana passado, ufa, não tava facil 😉

A nova SFG – O video…

Como tínhamos falado no post A nova SFG desta vez fizemos um vídeo em time lapse da construção da mesma. E aproveitámos este fim de semana de Páscoa grande para o processar. E depois de 4 dias em que não parámos um bocadinho, ontem ao fim do dia lá conseguimos. E o resultado final foi este:

Esperamos que gostem. O video foi filmado em dois dias diferentes como se pode ver pela roupa e pela cor do dia 😉

No dia em que acabamos a SFG tivemos um problema com “excesso” de água, ou seja rebentou-nos um dos tubos da rega automática, mas isso fica para outro post…

O Galinheiro…a construção – 2ª Parte

…era o segundo dia de construção do galinheiro, e as dores no corpo e o cansaço era cada vez maior, por isso era uma questão de acabar o mais rapidamente possível, mal sabíamos nós que ainda íamos demorar mais 10 horas como no dia anterior…enfim..

A primeira tarefa do dia era a de instalar luz no galinheiro, porque depois de tanto ler e de tanto pesquisar era uma das coisas que mais as pessoas chamavam a atenção, para o ser necessário.

Usamos para isso uma calha daquelas de ter na cozinha, do Ikea que ainda veio da casa antiga e na realidade nao estava a ser usada para nada a não ser para acumular pó na garagem.

Apesar de aqui estar só o suporte, mais tarde metemos la mesmo a lâmpada. Fica agora a faltar passar a eletricidade da ficha mais próxima para o candeeiro, em principio vamos fazer uma puxada do candeeiro de iluminação do quintal que está mesmo ao lado e assim quando precisamos de ir ao galinheiro as escuras, temos luz no quintal e no galinheiro… 😉

A seguir so faltava, mesmo a porta e o telhado para podermos chamar de abrigo completo, e assim foi, mais uns cortes aqui e uns cortes ali e tínhamos porta.

A partir daqui ja estavamos completamente cansados e as fotografias deixaram de ser tiradas, mas como fizemos um timelapse, dá para terem uma ideia de como tudo foi feito.

No geral estamos muito satisfeitos com o resultado, ficou ainda melhor do que estávamos a espera. É talvez um pouco pequeno e no futuro poderá ter que sofrer uma “expansão” talvez transformemos num dúplex ou assim 😉

Para já fica por fazer:

  • Uma segunda de mão na tinta
  • Pintar a rampa de acesso
  • Vedar o “quintal”
  • Colocar fechos na porta e no ninho dos ovos.
  • Pendurar o comedouro e o bebedouro que vão ficar por baixo para protecção contra a chuva e o sol.
  • Colocar no sitio final.
  • Mais uma ou outra afinação que possam ir aparecendo. 😉

E sem mais demoras, apresentamos:

Villa Faneca™

Rechena.com & Faneca Produções © 2011

E, depois de uma noitada ontem a noite, ainda conseguimos fazer o vídeo do TimeLapse, aqui fica ele, é um pouco mais comprido que os habituais, mas tambem temos que pensar que foram 20 horas de construção que dava mais ou menos 20 minutos e que nós reduzimos para 8:05, na ta mau. 🙂

Prateleira – Loja da Faneca – O Video…

Lembram-se de no post Prateleira – Loja da Faneca… termos mencionado que tínhamos feito um vídeo?

Pois bem, fizemos, e na altura o nosso computador avariou, e apesar de o arranjo ter demorado apenas 2 dias, a realidade é que entretanto meteram-se outras coisas pelo meio e não tivemos tempo para fazer o vídeo.

Ontem depois de tratar das galinhas, do rato, do pássaro, de regar a SFG e por ai fora, à e pelo meio ainda arranjamos tempo para jantar, lá conseguimos fazer o vídeo da montagem da prateleira da Loja da Faneca.

Ora ai está ele:

Mais uma vez esperamos que gostem. E já agora aproveitem para visitar a Loja da Faneca que tem novidades todos os dias. A proxima novidade é Sabonetes 😉

O nosso Limoeiro e Laranjeira…

Este domingo quando fomos ao Mercado de Azeitão buscar as nossas meninas, tivemos mais uma vez uma excelente oferta do nosso patrocinador do costume, a Semenclasse, que se faz representar pelo Sogro/Pai 🙂

Era nem mais nem menos do que:

  • Um Limoeiro de casca fina que da limões o ano inteiro.
  • Uma Laranjeira da variedade baía, que vem cheia de flor, implicando que este inverno talvez(obrigado Bull 😉 ) já vamos ter as nossas próprias laranjas 🙂

Uma vez que são de tamanhos diferentes ficaram muito bem em formato de escada no nosso canteiro no quintal, começando na de Kumquat e subindo até ao Limoeiro que é a mais alta.

Ambas as 3 árvores estão no mesmo canteiro, e o local onde elas iam ficar tinha la uma sica que tinha que sair.

Na realidade podíamos ter tirado fotos do processo e tentar explicar tudo de como fizemos e não fizemos, mas como sempre decidimos pelo metodo mais simples, um video em Time Lapse… 🙂

Nota: o nosso quintal ao contrário de que possam pensar é bastante pequeno, só que nós tentamos rentabilizar ao máximo o pedaço de terra que temos, usando para isso técnicas de cultivo na cidade e árvores pequenas.

Como sempre, já sabem, sugestões e ideias, venham elas que são sempre bem vindas…

Reutilizar Nespresso… What else…

A verdade é que já à algum tempo que não utilizávamos a nossa Nespresso, porque temos bebido café feito na cafeteira, à moda antiga.

Mas este fim de semana, depois do jantar de sabado, apeteceu-nos um nespresso. Claro que como não bebiamos a muito tempo, implicava que não sabiamos quantas capsulas tinhamos… gaita, so tinhamos uma capsula nova e mais três usadas!

Foi quando nos lembramos de uns videos que à tempos tinhamos estado a ver de como reutilizar as capsulas para tirar outro café.

Decidimos experimentar e como não podia deixar de ser, fizemos um video, este video só não tem é a participação de George Clooney’s e afiliados, mas olha tem nos a nós 😉 Vejam o video e depois vejam as nossas conclusões alem das que mostramos no video.

O que podemos concluir além do que está no video:

  • Não podemos colocar tanto café porque custa muito a sair.
  • A capsula so deve dar para usar um máximo de 2 vezes alem da quando é nova. (Ja re-usámos 2 vezes)
  • O café sai realmente BOM.
  • Sentimos alguma dificuldade em “furar” a capsula, por isso se calhar é melhor usar prata mais fina
  • No geral é um cafe recomendável 🙂

Este nosso teste foi feito com cafe da marcha Intermarche que tínhamos lá em casa e a moagem é indicada para cafeteiras de saco ou seja não é recomendável para cafe expresso, mas como não tínhamos outro este serviu e bem. Ainda havemos de fazer mais uns testes com cafe indicado para máquinas expresso.

O Nosso Painel Solar – Soldar as células.

No post O nosso Painel Solar – O conteúdo do Kit prometemos que faríamos um video de como era soldar as respectivas células.

E como o prometido é devido aqui vai..

Ariops 😉

Apenas algumas notas que poderão ajudar a esclarecer o video.

  • Flux Pen vs Resina de Soldar? –  Nos outros videos é mais usada a Flux Pen em vez da resina de soldar. A flux pen não é mais do que uma caneta que contem la dentro Resina de soldar liquida e apesar de nos ter sido oferecido com o kit uma dessas canetas, nós gostamos mais da técnica de passar o Tap Wire na “farinha” usando a resina de soldar sólida.
  • Quantidade de resina? – Nao convém meter muita nem pouca resina de soldar porque depois os painéis ficam gordurosos se tiver a mais e não soldam se tiver a menos. Esta é a parte mais “complicada”, dar com a medida certa.
  • O fio ja tem solda? – É verdade, tem mesmo.
  • Deixar a solda fluir?!? –  Quando encostarem o ferro ao tap wire vão reparar que o mesmo começa a “diluir-se”.

Penso que com estas pequenas dicas que conseguimos recolher depois de muitos vídeos de youtube vistos, já conseguirão soldar os vossos paineis sem problemas.

Como sempre se tiverem duvidas ou sugestões, venham elas…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...