Junho – Agricultura/Jardinagem/Animais

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

Cavar, estrumar e semar os campos. No Minguante, ceifa do trigo, centeio e cevada.

Na Horta semear em viveiro alfaces, alho-porro, repolho, couves flor e de Bruxelas, couve-nabo, couve-rábano e couve galega. Em local definitivo semear chicória, nabo, rabanete, salsa, etc. Colher a batata de Fevereiro. Cuidar de milharais, batatais e morangal. Continua a sementeira do feijão para consumo em verde. Plantar batata, pimento e tomate. Colher cebola, alho, alface e aipo, da sementeira de Janeiro. Apanhar as cerejas e as nêsperas. Extrair o mel e a cortiça. Na vinha continuar com os tratamentos e aplicar o enxofre quando se manifestar o oídio.

No Jardim semear begónias, gipsófilas, goivos, e colher rosas, cravos, etc.

Animais: o gado bem bebido sai dos estábulos na alba ou ao entardecer.

Espinafres Desidratados…

A semana passada quando fizemos as compras do “mês” decidimos comprar um pacote daqueles de espinafres que já veem cortadas as folhas e que custam qualquer coisa como 1€…

Ora quem conhece os pacotes, e infelizmente não temos foto, aquilo tras espinafres para fazer umas dez sopas. Claro que a solução estava na cara, Desidratar o resto que nao iamos usar.

E assim foi, com algum receio porque nunca tínhamos desidratado espinafres lá enchemos 4 prateleiras do desidratador com as folhas do saco.

Segundo o que lemos, isto nao precisa de ser cozido, os unicos cuidados são:

  • Aquando da hidratação, usar um pouco de sumo de limão
  • Guardar em sitio sem luz para nao mudar de cor
  • Quando se desidrata, remover os caules grandes…

Tirando isso é mesmo tão simples como meter as folhas tentando minimizar o numero de folhas sobrepostas e passadas cerca de 4 horas, sim é mais rapido que tudo o resto, tinhamos um frasco com uma quantidade substancial de espinafres, mas com um tamanho bem mais reduzido.

Aqui neste frasco está apenas uma das prateleiras, com as outras 3 ficou a meio, que é sempre mais pequeno do que um saco a ocupar espaço no frigorífico.

Sabemos que já o dissemos várias vezes, mas vamos continuar sempre a dizer, Cada vez estamos mais satisfeitos com a técnica de desidratação. Até já pensamos em comprar o supra-sumo dos desidratadores… 😉

Compost Tea aka Chá de Composto…

Ora bem, como já falamos anteriormente, temos no quintal uma caixa de compostagem… e podemos dizer que até agora está a corre bem.

Não tem qualquer tipo de cheiro, acreditem que se tivesse a Faneca ja se tinha queixado ;), e não começaram a aparecer bichos esquisitos lá pelo quintal…

Claro que não correu logo bem de inicio, mas isso vamos deixar para outro post, neste queremos mesmo é falar de Compost Tea. Mas afinal o que é isto de compost tea?

Compost tea

Compost tea is a liquid solution or suspension made by steeping compost in water. It is used as both a fertilizer and in attempts to prevent plant diseases.[18] The liquid is applied as a spray to non-edible plant parts such as seedlings, or as a soil-drench (root dip), or as a surface spray to reduce incidence of harmful phytopathogenic fungi in the phyllosphere.[19] Totally Green produces the ORCA Green Machine which allows governments, universities and commercial institutions to employ this aerobic method of composting to presorted organic waste.

Via Wikipedia mais uma vez não encontrei uma definição em português que me agradasse, mas vou tentar então explicar.

Compost tea também conhecido por Chá de Composto, não é nada mais nada menos do que uma fertilizante liquido feito a partir de água da chuva(preferencialmente) e composto, sim pode-se usar parte do composto que temos na caixa e depois volta a meter lá para dentro outra vez.

E como se faz? Ainda mais simples:

  • Um balde (18 litros pelo menos)
  • Um bocado de composto (nas quantidade correctas)
  • Agua (preferencialmente da chuva)

E mais nada. Depois é so deixar a sombra durante aproximadamente uma semana mexendo pelo menos duas vezes por dia, e ao fim de uma semana passa-se por um filtro, uma t-shirt de algodão velha serve. Em seguida usando em quantidades de 10(agua) para 1(compost tea) coloca-se nas raizes das plantas ou então se for de manhã pode-se pulverizar as folhas.

Simples não? 😉

Ficam alguns links:

Hoje já vamos começar a fazer isto…

As Courgettes…em 2011/05/30

Já foi no fim de semana de 2011/05/14 que mencionamos que as nossas courgettes estavam cheias de flor, e que cada vez estavam maiores, mas so hoje, passados 15 dias é que conseguimos efectivamente falar sobre isso.

Óbvio que entretanto já não só temos muitas mais flores nas courgettes como já temos as courgettes a aparecer.

Só ainda não percebemos porque é que umas estão com óptimo aspecto e outras estão assim mais para o amarelado e mirradas, mas ainda vamos ler sobre isso e se depois descobrirmos dizemos porque 😉

Mais um vegetal que achamos que estamos a ter bastante sucesso, e mal podemos esperar para começar a fazer sopa com elas, claro que como no Verão sopa não é a nossa comida favorita, vamos desidratar e guardar para usar no inverno…

Brócolos Desidratados…

No outro dia comprámos brócolos para juntar ao jantar de Egg Noodles com um resto de Vegetais Chineses que tínhamos desidratado logo no inicio da nossa aventura com o Desidratador

Ora bem, aproveitamos para dizer que a re-hidratação dos Vegetais Chineses foi um sucesso, ficaram com o mesmo gosto e com um aspecto delicioso, mas depois falaremos mais nisso, agora voltando ao assunto dos brócolos.

Ora bem, para desidratar brócolos, eles recomendam primeiro que se “cozam” os mesmos em agua a ferver durante dois minutos, evitando assim que os mesmos fiquem com cores estranhas, é só e basicamente por causa do aspecto. E assim fizemos:

Em seguida, aproveitámos que íamos fazer uma “fornada” de coisas para desidratar e colocamos os mesmos no desidratador, não se pode andar a ligar o desidratador só com uma prateleira cheia…

Demorou cerca de 8 horas, e tínhamos os brócolos desidratador e com um tamanho bastante mais reduzido. Agora queremos comprar mais brócolos e desidratar para ficarmos com um frasco bem cheio, e assim termos sempre vegetais frescos em casa.

Nota: Ontem a Faneca juntou ao maravilhoso salmão grelhado que comemos ao jantar os brócolos devidamente hidratados junto com brócolos frescos, e deixem que vos diga que não se notava minimamente a diferença 🙂 por isso, está decidido, vamos continuar a desidratar tudo o que possamos.

Digam lá que não tem bom aspecto 😉

A Nossa WheatGrass…em 2011/05/25

No passado dia 2011/05/19 mencionamos que iríamos plantar Wheatgrass ou seja Erva de Trigo, e com os objectivos de fazer sumo para nós e dar erva fresca para as miúdas.

Pois bem, assim o fizemos e depois de corrermos várias lojas a procura de sementes de trigo, sim porque as pessoas faziam uma cara estranha quando mencionávamos para que queríamos o trigo, lá encotramos finalmente numa loja que nunca tinhamos comprado nada lá, ali mesmo ao pé de casa.

Talvez, e so talvez, tenhamos comprado um pouco de sementes a mais 😉 é que 3KG de sementes de trigo é coisa para ser para cima de muitas…mas prontos, aquilo também não se estraga se for devidamente guardado…e como a ideia é ter sempre 5 tabuleiros em rotatividade por semana, até talvez não seja assim muito.

Bem, com o trigo comprado o próximo passo era começar a germinar aquilo e para isso usamos as dicas do vídeo Youtube que colocamos no post inicial.

Da esquerda para a direita e de cima para baixo mostramos os passos todos ate colocar na terra:

  1. Um copo de sementes
  2. Coloca-se dentro de água durante 12 horas
  3. Passa-se por agua durante dois dias com intervalos de 12 horas e deixando sempre a escorrer.
  4. Ao fim de dois dias temos as sementes quase todas germinadas e prontas a ir para a terra 😉

Simples não?

Agora os passos seguintes, novamente da esquerda para a direita e de cima para baixo:

  1. Coloca-se uma camada de terra com cerca de 2 cm’s na base de um tabuleiro.
  2. Cobre-se a terra com as sementes, bem espalhadas. (No nosso caso pensamos que são sementes a mais)
  3. Falta aqui o passo em que se cobre com jornal as sementes e se coloca em local escuro durante 2 dias mantendo o jornal sempre húmido.
  4. Passados dois dias temos a relva a aparecer mas com um ar amarelado. Coloca-se em local que apanhe luz mas sem ser sol directo.

Dois dias depois, sempre com regas umas vez por dia para manter a terra húmida:

Ariops, temos Wheatgrass aka Erva de Trigo fresca e fofa 🙂

Conclusões: Isto nasce realmente rápido, pelas nossas contas em exactamente 7 dias tínhamos erva de trigo pronta a ser consumida, se for para sumo é só cortar e deixar la que ela cresce mais uma vez, se for para dar as galinhas, nao volta a crescer porque elas dão cabo das raízes e tudo.

Ainda não sabemos se dá para aproveitar a terra que sobra, ou se fica sem nutrientes suficientes, mas pensamos que passando por uma peneira que dá para re-aproveitar pelo menos umas duas ou três vezes.

Hoje já vamos testar fazer sumo, como não temos maquina de fazer sumos, vamos testar com o liquidificador a ver como corre, depois contamos.

Entretanto já começamos ontem mais uma fornada, que vai dar dois tabuleiros, e hoje talvez façamos mais uma de dois tabuleiros também, temos ainda que arranjar os tabuleiros…

Para ja estamos bastante satisfeitos com o resultado e como já dissemos, se o sumo não prestar, certamente as miúdas vão adorar a erva sempre fresca e fofa.

Soil Block Maker…

Ein??, mas afinal o que é isto de um Soil Block Maker?

Não é nada mais nada menos do que mais uma alternativa ao clássico bocado de plástico ou esferovite com buracos para plantar sementes.

A técnica consiste em fazer pequenos blocos de terra, onde são colocadas sementes para germinar, em seguida colocam-se esses blocos de terra ou em vasos ou em blocos maiores, poupando assim a necessidade de termos um “germinador”, as sementes crescem melhor e criam melhores raízes devido a não estarem compactadas dentro de um espaço pequeno.

Vejam o vídeo de como aquilo é usado:

Uma das partes mais importante é o tipo de terra a usar, tem que ser uma pasta e não terra totalmente seca ou extremamente húmida (Vejam aqui).

Agora o problema surge porque esta solução é um pouco cara, encontra-se à venda online por valores entre $29USD e $34USD.

Claro, que como poupados que somos ja andámos a procura e encontramos vários sites a ensinar a fazer o seu próprio Soil Block Maker:

E outros que por ai se encontram… nós vamos tentar fazer as duas medidas uma mais pequena uma maiorzita, porque não queremos estar a comprar vasos 😉

Praying Mantis aka Louva-a-Deus…

No domingo, quando andávamos a fazer a inspecção das árvores a procura de novos frutos deparamos-nos com este rapaz calmamente a observar o quintal…

Imediatamente tirei esta foto com o telemóvel e apresei-me a, calmamente, encaminha-lo para a árvore mais próxima, sem que a Faneca se apercebesse de que ele por ali andava, é que ela morre de pânico de certos e determinados bichos, hei, eu não a condeno, até porque eu tenho pavor de aranhas, sejam elas pequenas ou grandes….

Mas e perguntam vocês porque é que não o enxotei para mais longe? Simples, é que já tínhamos lido em qualquer lado que estes animais são bastante úteis no que diz respeito ao jardim e à horta, especialmente porque comem as moscas e os parasitas do jardim…e podémos confirmar as nossas suspeitas:

(…)A sua voracidade leva a que sejam considerados muito bem vindos pelos amantes da jardinagem e agricultura biológica, uma vez que, na ausência de pesticidas, são um fator importante no controlo de pragas de jardim.(…)

Informação tirada da wiki – Wikipedia

Por isso a próxima vez que virem um destes la pelo quintal antes de o matarem, pensem bem se não fará jeito para comer as moscas irritantes 😉 nos até já pensamos amestrar um e meter ao pe de nos quando estamos a almoçar no quintal para nos dar uma ajuda com o mosquedo 😉

Nota: Se apanharem algum ai por casa avisem que nos ficamos com ele para nos ajudar lá no quintal 🙂

Lagartas nas Couves…

Infelizmente e por muito que nos custe dizer isto, achamos que as nossas couves não se vão safar…

O principal motivo é nada mais nada menos do que Lagartas…sim, esses bichos verdes que se apoderam das couves e as comem até ao fim :(…

Mas não as vamos perder sem dar luta!!

No outro dia falávamos sobre isso no Facebook e eis que do outro lado do Oceano Atlântico veio a sugestão de usarmos Farinha com Fermento…sim leram bem, aparentemente se metermos farinha por cima das couves as lagartas comem a farinha em vez da couve e eventualmente morrem.

Também sabemos que podemos comprar produtos para combater isto, mas não queríamos usar produtos químicos, se a farinha não der teremos que tentar procurar produtos que sejam orgânicos e não prejudiquem o ambiente, o que não vai ser fácil… para ja o que podemos ir fazendo é todos os dias passar as couves em revista à procura de ovos e de lagartas e tira-las, não é uma tarefa facil, mas é algo que temos que ir fazendo, isto se quisermos ter couves para comer…

Vida de agricultor não é facil…

ps: se alguém souber de outras técnicas, que venham elas, somos todos ouvidos…

ps1: ironicamente após termos posto a farinha começou a chover…

Wheat Grass aka Erva do Trigo…

Sim, vamos começar a plantar Wheatgrass(Trigo), com três objectivos:

  • Usado como sumo diariamente faz muito bem à nossa saúde. Ver mais info em Wikipedia
  • É óptimo para dar ás galinhas como complemento de vegetais que elas precisam.
  • Gostamos de plantar coisas 🙂

A Wheatgrass não é mais nada menos do que a semente do trigo germinada e cortada enquanto ainda esta uma pequena erva verde.

Não precisamos de plantar em muita terra, basta um simples tabuleiro com 1 a 2 cms de terra. Depois de nascida a erva com uns 7 a 10 cms da para cortar cerca de 7 vezes se forem cortes pequenos, que ela volta a crescer, depois disso tem que se começar o processo todo novamente.

Pode ser consumida directamente, ou seja mastiga-se a erva e deita-se fora as partes fibrosas, ou então faz-se sumo 😉

Fica um pequeno vídeo de como germinar a Wheatgrass.

Depois contamos como correu a nossa experiência, mas para ja estamos à procura de onde comprar as sementes o mais barato possível 😉

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...