Fevereiro – Agricultura/Jardinagem/Animais

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

As terras para sementeira de Primavera devem estar lavradas. No Norte e no Centro semear alface (a transplantar em Março/Abril), couves, nabiça, pimento, alho-porro, repolho, feijão e tomate; no Sul, semear abóbora, cenoura, couves, ervilha, pimento, feijão, nabiça, pepino, tomate e melancia. Semear milho de sequeiro nas terras altas. Transplantar as cebolas a colher em Maio-Junho e as couves semeadas em Dezembro a colher em Junho-Julho(repolhos); colher os espinafres, couve-flor e brócolos; plantar batata(colher em Junho). Podar no Minguante, menos damasqueiros e morangueiros. Tratamento das macieiras, pereiras e pessegueiros. Inicia a enxertia. Plantar árvores e semear pinheiro-bravo, no Crescente. Trasfegar o vinho se ainda o não fez. Face à geada, a rega melhora a resistência das plantas.

Na Horta semear alho-francês, beterraba, cebola, cenoura, coentro, couve-flor de grelo, de nabo, espargos, ervilha, espinafre, fava, feijão, melancia, nabiça, pimento, rabanete, repolho, salsa, segurelha e tomate. Colher nos abrigos cenouras e couves de Bruxelas.

No Jardim proteger os pés-mães de crisântemos com palha miúda para se obter mais estacas. Semear as flores anuais como ervilhas-de-cheiro, gipsófilas, manjericos, ciclames, cólios, sécias, etc. Colher amores-perfeitos, violetas, etc.

Animais: fornecer às vacas leiteiras suplementos de farinha, amendoim e linhaça.

Janeiro – Agricultura/Jardinagem/Animais

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

Lavoura das terras e preparação das culturas de Inverno, como a da batata, iniciando-se onde for possivel, a plantação precoce. A poda no Minguante é recomendável, mas nas figueiras, laranjeiras e macieiras os grandes cortes são prejudiciais. Enxertos no Crescente. Semear fava, ervilha, alface e rabanete. No Norte e no Centro, semear centeio, couve galega, nabo, nabiça, rabanete, salsa e tomate. No Sul, cenoura, couves, ervilha, feijão, nabiça e tomate. Em estufa ou cama quente, plantar pepino, meloa e pimento. Semar canteiros de cenoura, alho, cebola, alface, ervilha, alho-porro e salsa.

Na Horta semear (em canteiros ou em alfobres bem abrigados e defendidos das geadas) alface romana, couve repolho e saboia, rabanete. Colher couves, espinafre, etc. Mergulhar vide, podar e meter bacelo. Em tempo calmo, frio, seco e sem nuvens, deve.se fazer a trasfega do vinho.

No Jardim semear begonias, ervilhas-de-cheiro, gipsofilas, girassois, lírios, paciências, flor-de-lis, secias, zinias, goivos, miosótis, etc. Colher violetas, amores-perfeitos, camélias, jacintos, tulipas, etc.

Animais: vacinar o gado bovino, cavalar, ovino, caprino e os porcos contra as doenças rubras.

Dezembro – Agricultura/Jardinagem/Animais

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

Resguardar as plantas do gelo. Arrotear terras e mato para as sementeiras da Primavera. No Crescente, continuar as covas e estrumagem. As sementeiras de trigo e centeio continuam se não houver geadas, bem como a de cebola, couves, beterraba, nabiça, pimentos, tomate e salsa. Em sítios abrigados pode-se ainda semear agrião, espinafre, alface, fava e ervilha. Plantar ainda macieiras e pereiras. Cortar madeiras, no Minguante. Continuar a poda das vinhas e mergulhia das vides. Fim da apanha da azeitona e limpeza dos lagares.

No Jardim, prossegue a plantação de roseiras, gladíolos, ciclames, lírios, a proteger das geadas. Semear ervilhas-de-cheiro, goivos, jacintos, etc.

Animais: abrigue o gado do frio e chuva, e acarinhe-o

Novembro – Agricultura/Jardinagem/Animais

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

Os pomares devem ser estercados no Crescente e podados no Minguante; devendo protegê-los das geadas. Plantar cerejeiras, pessegueiros, pereiras e macieiras. no Crescente.

Na Horta semear agrião, alface, cenoura, couves, com excepção da couve-flor e brócolos. Plantar batata (nas zonas secas), alho, couve temporã, tremoço. Semear fava, ervilha, e em camas quentes, alface, beterraba, cebola, nabiça, nabo, rabanete e tomate. Semear cereais de pragana, como a aveia, centeio, cevada e trigo. Colher azeitona e beterraba. Na adega, verificar as vasilhas do vinho novo. Destilar bagulho para fazer aguardente.

No Jardim estercar covas para a plantaçao na Primeira de arvores ou arbustos. Estacar as plantas contra o vento. Plantar bolbos de flores. Podar as roseiras e plantar novas.

Animais: o gado transita para o regime seco com feno, palha e grão.

Outubro – Agricultura/Jardinagem

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

Iniciar a colheita da azeitona e combater a gafa. Semear cereais praganosos. Em, viveiro, semear as amendoeiras e os pessegueiros. Nos ligares mais secos e abrigados, plantar as oliveiras. No Minguante estercar as covas para as árvores a transplantar na Primavera. Plantar árvores de fruto e podar (corte diagonal) as árvores resistentes ao frio.

Na Horta resguardar do gelo e preparar canteiros para a sementeira de alfave e cebola. Semear em local definitivo agrião, cenoura, alhos e cebolinhas. Colocar em local definitivo as couves de Primavera e a alface de inverno; Colher a castanha. noz, avelã, abobora e melão de Inverno.

No Jardim, estrumar, semear lírios, narcisos, tulipas, ciclames, açucenas, jacintos junquilhos, anémonas. Colher as flores de Outono: dálias, rosas, etc.

Setembro – Agricultura/Jardinagem

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

Vindimar. Ceifar Arroz. Colher amêndoa. Estercar as terras e semear no Minguante. No Crescente continuar a semear centeio e cevada. Nos pomares, aquando da ultima apanha de fruta, dar inicio à poda e limpeza das árvores. Enxertar (em fenda) cerejeiras, macieiras e pereiras e curar com calda.

Na Horta semear, ao ar livre e local definitivo, agrião, cenoura, chicória, feijão, nabo, rabanete, repolho, salda; em canteiro, acelga, alface, alho-porro, cebola e tomate. Plantar com as primeiras chuvas, os morangueiros, regando até pagarem. Colheri feijoes e cebolas maiores para semente.

No Jardim ir preparando o composto e semear amores-perfeitos, begonias, cravos, gipsófilas, margaridas, malmequeres, miosótis, papoilas e as de florescimento primaveril. Plantar bolbos de jacintos, tulipas e narcisos.

Agosto – Agricultura/Jardinagem/Animais

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

Na Horta, em local definitivo, semear agrião, espinafre, feijão, nabo, rabanete, repolho de Inverno, salsa; em canteiro semear acelga, alface e couve-nabo. Cavar e sachar o milheiral e as hortaliças, e regar bem, antes das sementeiras e das trnasplantações; em estufa semear ervilha e feijão. Monda dos arrozais. Recolher fruta e ni Minguante seca-la. Na vinha desparrar moderadamente para que as uvas amadureçam.

No Jardim, regar as plantas com bastante frequencia. Mudar as cinerárias e amor-perfeitos; colheita matianl de rosas e flores.

Animais: No gado, completar a forragem com suplemento alimentar natural.

Julho – Agricultura/Jardinagem

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

Nota: Este post já vem um pouco atrasado e pelo facto pedimos desculpa, mas mesmo assim não queríamos deixar de um publicar.

Mes de ceifa e debulha dos cereais.

Na Horta semear agrião, alface, beldroega, cenoura, feijão de trepar e anão, nabo, rabanete, repolho, salsa e as couves de Bruxelas, nabo e flor. Semear feijão verde e alfaces (para antes dos primeiros frios de inverno), nabo e couves tardias; e no final do mês, cenoura, rábano, salsa e plantas análogas. Colher alfaces, alho, beterraba roxa, beringela, cebola, cenoura, couves, espinafre de Verão, feijão tomate. Terminar a colheita da batata temporã e começar a destinada à semente. No final do mês, os aipos e alguns melões. Cavar as terras dos canteiros. Roçar mato para estrume. Regar ao amanhecer ou entardecer. No Crescente cobrir as cepas.

No Jardim semear amores-perfeitos, calêndulas, cinerárias, etc., e as plantas bienais e vivazes de germinação lenta, para transplante no Outono. Colher as primeiras sementes.

Junho – Agricultura/Jardinagem/Animais

O que se deve fazer, tirado do famoso Borda d’Agua:

Cavar, estrumar e semar os campos. No Minguante, ceifa do trigo, centeio e cevada.

Na Horta semear em viveiro alfaces, alho-porro, repolho, couves flor e de Bruxelas, couve-nabo, couve-rábano e couve galega. Em local definitivo semear chicória, nabo, rabanete, salsa, etc. Colher a batata de Fevereiro. Cuidar de milharais, batatais e morangal. Continua a sementeira do feijão para consumo em verde. Plantar batata, pimento e tomate. Colher cebola, alho, alface e aipo, da sementeira de Janeiro. Apanhar as cerejas e as nêsperas. Extrair o mel e a cortiça. Na vinha continuar com os tratamentos e aplicar o enxofre quando se manifestar o oídio.

No Jardim semear begónias, gipsófilas, goivos, e colher rosas, cravos, etc.

Animais: o gado bem bebido sai dos estábulos na alba ou ao entardecer.

As Fases da Lua e o Cultivo…

Foto por Pedro Moura Pinheiro

Já varias vezes falamos entre amigos sobre as fases da lua e o cultivo, porque uns dizem que deve ser no quarto minguante, outros no quarto crescente, outros dizem que não tem nada a ver… enfim, decidimos procurar um pouco nesta coisa da Internet e depois de ver algumas encontramos esta que vai de encontro que na realidade se trata de “sabedoria popular”. Mas como até agora a sabedoria popular nos tem ajudado bastante, vamos continuar a segui-la.

Aqui fica o que encontrámos em:

Pergunta

A Lua influencia o crescimento das plantas e tem influência nas colheitas?
Qual a melhor fase da Lua para: semear, colher, cortar árvores para madeira, enxertar, etc. Há algum livro que trate este assunto?

Resposta

A Lua pode ter influência no crescimento das plantas ao condicionar (pelo seu ciclo) o posicionamento da água do solo (mais à superfície ou mais em profundidade). Assim cada fase da lua é propícia para a realização de determinadas actividades culturais. No entanto, as provas científicas desta relação não são ainda perfeitamente convincentes e muita da infiormação disponível é baseada em “sabedoria popular”.
Assim, por exemplo, plantas cuja porção comestível esteja acima do solo (maioria dos vegetais) devem ser plantados entre a lua nova e a lua cheia. Durante a LUA NOVA devem plantar-se espécies que produzam sementes fora de frutos (ex: couves etc); esta fase corresponde a um período de crescimento radicular e pode ser indicado também para cortar a relva de modo a incrementar o seu crescimento. Durante o QUARTO CRESCENTE deve dar-se prioridade a plantas que tenham as sementes dentro de frutos (ex: tomate, pimento, melão e alguns frutos); esta fase corresponde a um intenso crescimento foliar e é também indicado para se efectuar um corte da relva do jardim.
Durante a lua cheia e a lua nova devem plantar-se aquelas espécies cuja parte comestível é a parte radicular (batatas, cenouras, cebolas etc). Assim durante a LUA CHEIA podem também plantar-se bolbos sendo sendo ainda um período indicado para efctuar transplantes, podas e colheita de frutos. O QUARTO MINGUANTE é caracterizado por ser uma fase de “descanso” onde o crescimento é reduzido. Assim é indicado para efectuar podas e colheitas e ainda para o arranque de ervas daninhas e a construção de pilhas de compostagem para adubo.
Diz ainda a tradição que não se deve plantar nos dias de LUA CHEIA e LUA NOVA

Para saber mais pode consultar os seguintes “sites” na “net”:
http://www.tc.co.nz/moon/
http://members.aol.com/compgeek35/planting.htm

Conclusão: Ao contrario do que pensávamos não é suposto fazer-se tudo no Crescente ou seja as outras fases da Lua também têm voto na matéria 😉

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...