Kitchen Lights….

Funny thing about old Irish houses is that:

  1. They are not to careful with isolation.
  2. They really don’t care much about economic light bulbs.

So, again, when we moved to this house one more thing needed to be changed.

When we looked at the kitchen ceiling and the hallway, we counted 14 halogen 220V light bulbs, yes 14!!! Now if we do some math we can see that 14x60W=840W, which means that every time we were cooking or just having a snack in the kitchen we would be consuming 480W. Looking at the chart for December 2013:

Screen Shot 2014-05-16 at 08.41.37We can see that we were spending an average of over 10KW/h a day…

We needed to do something fast, and that solution came from our old good friend, eBay

IMG_0842We bought a pack of 15 LED lights (60 SMD Warm White 4W High Power LED Light Bulbs). And we went from 14x60W to 14x4W, now, trust us, this really makes a difference on the electric bill. We have a monitoring solution based on Arduino monitoring our house electric consumption and here is some examples:

Note: When we were measuring these values other things at the house were connected also, this is just to give an idea:

IMG_0838

The hall lights ON with Halogen Bulbs

IMG_0839 After we replaced them with the LED ones…

IMG_0840

The Kitchen with the Halogen Bulbs…

IMG_0841After we replaced the Kitchen with LED ones…

Now, at first sight it may not see much, but look when we look at the daily chart:

Screen Shot 2014-05-16 at 08.53.40Yes, we went from always above the 10KW/h a day to only some days getting closer to it. Now there’s obviously some days that we pass the 10KW/h day mark but if we look at the previous chart it was normal to reach the 15KW/h day mark and on this chart since we changed the bulbs on the January the 2nd it never happened again. coincidence? Maybe, but I’m pretty sure that the small investment made a difference… 😉

And the final result:

photo 1

The Kitchen…

photo 2

The Hallway…

You can’t even notice the difference from the previous bulbs….

Arranjámos a Banheira…

Quando nos mudamos para a casa onde estamos a viver atualmente, reparamos logo num problema.

tub1A frente da banheira estava toda partida…

Se há coisa que não gostamos é de ver uma casa de banho com coisas avariadas, não sei bem porque mas sempre foi algo que nos deixa desconfortáveis.

Visto que a casa é alugada e cá os alugueres funcionam de maneira diferente, contactamos a senhoria e expusemos a situação oferecendo-nos para arranjar a mesma ao qual a senhoria ficou bastante contente e ofereceu-se para pagar as peças que tivéssemos que comprar.

Uma pesquisa na net e encontrámos o que queríamos no sitio do costume, WoodiesDIY, só que estava esgotado nos que existem perto da nossa casa, acabámos por ter que ir a outro concelho para comprar. Deu para o passeio e um cafezinho a beira mar 😉

ZOLA_SIDPANEL_1038340Era mesmo isto, ate porque o chão da nossa casa de banho é escuro.

Claro que ficamos desde então a saber que fazer “obras” em casas Irlandesas não é coisa fácil, esta gente tem um problema qualquer com ângulos retos, e alem disso medidas standard?? o que é isso?

Ora bem, em Portugal tinhamos as ferramentas todas, serras elétricas, serras manuais, mas para cá não trouxemos nada disso, por isso restava-nos o velho serrote, paciência e calma para cortar o excesso de madeira para que a frente la coubesse.

tub6O Excesso…

tub4O Painel completo…

Após removermos a frente de plástico antiga e procedermos a típica limpeza, aproveitamos também para limpar os canos, tínhamos isto:

tub2Era preciso agora tirar medidas em termos de altura, porque o painel fica encaixado no rebordo da banheira. Nas setas na foto seguinte vê-se onde em cima encaixa e em baixo assenta.

tub3Depois de suarmos um bocado e fazer força para encaixar tudo no lugar ainda tínhamos que colocar o rodapé, que vinha incluído com o painel.

tub5Aqui podemos ver sem o Rodapé…

E finalmente, o resultado final:

tub7Ficou bem melhor que o que estava não? Ah, e ainda aproveitamos o bocado que cortamos no inicio para fazer ali uma pequena junção no lado esquerdo da banheira para tapar a fresta entre o painel e a parede.

Mandamos fotos para a Senhoria que aprovou e gostou muito do resultado final 😉

Medir o Consumo da EDP…

Quando começámos o nosso projecto dos painéis solares algo que queríamos saber para podermos fazer cálculos, e também porque era giro, era o consumo que estávamos a fazer na nossa casa.

Quando se tem arduinos e alguma paciência, tudo se consegue, e foi precisamente isso que conseguimos, usando como base o projecto openenergymonitor.org decidimos adquirir na eBay por 3€ um CT para podermos medir o que queríamos:

Baseamos-nos nisto: CT sensors – Interfacing with an Arduino.

Não vamos entrar muito em detalhes de como as coisas foram montadas e o sketch do arduino porque esta tudo online no site do openenergymonitor.org

Quando montámos tudo e uma vez que não sabíamos se funcionava, metemos ali perto do quadro electrico em cima de uma mesa, mas quando verificamos que estava tudo ok, decidimos por 30€ comprar mais um pequeno móvel Ikea e colocar tudo la dentro, e que bem que ficou 🙂

Actualmente já estamos a medir o nosso consumo de casa total e devemos confessar que é assustador e que não tínhamos noção da electricidade que se gasta em casa, mas depois também é engraçado percebermos que a determinada hora o que é que fez o consumo disparar, e reparamos que são os fornos, os micro-ondas, etc etc.

Por exemplo, neste gráfico do dia de ontem, o que se percebe é que ali a partir das 17:00 ate as 19:00 foi a hora estivemos a fazer o jantar no forno 🙂

Foi mais um projecto que apesar de ter dado alguma luta, devido a estarmos a medir no cabo errado, estamos muito satisfeitos.

 

 

A Base do Painel Solar..está no telhado…

Depois de muito investigarmos e de muito pensarmos, decidimos que o que quer que fizéssemos tinha que cumprir os requisitos que indicamos no post anterior (aqui).

E assim foi, compramos o mais barato possível, e aproveitamos uma solução que existe no Aki que usa partes de plástico para criar formas com tubos de alumínio. Sim, talvez o plástico não seja muito durável, mas pensamos que vai durar tempo suficiente para pagar os painéis e substituirmos por outra coisa qualquer, o importante é meter os painéis no telhado o mais rápido possível e com a maior segurança possível, ou seja para não voarem 😉

Demoramos perto de uma manhã de “corte e costura” e depois mais algumas horas da tarde para colocar no telhado, mas o resultado pensamos que ficou muito bom, e já lá estão os acessórios para uma futura expansão. Tiramos algumas fotos do processo de fabrico, mas sao um pouco chatas por isso fica apenas um mosaico de 4 dessas fotos.

Nao ficou bem centrado como queríamos, mas talvez assim ate esteja melhor. Os painéis teem 4 parafusos cada a prender sendo que são 2 a barra superior e mais 2 a barra inferior, e teem entre eles 2.5cm’s de espaço por motivos de circulação de ar/aquecimento.

O resultado final é este:

Para já estão regulados para 15º que é o ângulo recomendado para esta altura do ano, depois também faremos um post sobre isto do ângulos, e depois no inverno quando passar para os 45º é só substituirmos as barras traseiras de 33cm’s por umas de 110cm’s e está o ângulo feito.

Só ficou a faltar fixar ao talhado com parafusos definitivos porque estamos com um problema de falta de cabo, e por isso tiveram que ficar ali muito em cima da antena, o que implica que a 45º fica a frente da antena cortando assim o sinal de TV, e isso não pode ser, vamos ter que os chegar um pouco mais para o lado.  Aproveitámos para refazer as caixas de conexão do positivo e do negativo separando-as e colocando novos terminais, depois falamos nisso noutro post.

As Caleiras…e a Limpeza…

A nossa casa, e por mais estranho que isto pareça não tem telhado de telha, usa uma especie de chapas com revestimento térmico entre elas.

É algo tipo isto mas em branco:

Elas estão devidamente inclinadas para que a agua da chuva escorra para as pontas e depois o próprio telhado tem as caleiras incorporadas, está bem pensado porque poupamos € em caleiras 🙂

Quando fomos ao telhado durante esta semana para tirar umas medidas para outro projecto reparámos que as mesmas estavam a precisar de uma limpeza, por isso sábado de manha bem cedinho lá fomos para o telhado munidos de pá, espátula, e vassoura.

Não demorámos mais de 10 minutos a limpar tudo e reparem que isto poderá impedir infiltrações desnecessárias num futuro próximo, é um procedimento que tencionamos fazer sempre no fim do verão e no inicio da primavera.

Vejam o antes e o depois na foto que se segue.

Simples não?

Agora para Setembro voltamos lá 😉

O Nosso Museu de Fotografia…

No outro dia quando andávamos a fazer arrumações, encontramos algumas maquinas fotográficas antigas que em tempos já tiveram a sua gloria.

Ora bem, logo tivemos a excelente ideia de fazer um pequeno museu/mostruário delas na nossa sala, e para isso usamos uma vitrina do Ikea que estavam em promoção. Demoramos um pouco mais porque estávamos a espera de uma oportunidade de irmos ao Ikea comprar a dita vitrina. O resultado final ficou excelente.

A primeira prateleira é onde colocamos os nossos mini fotógrafos, no qual temos desde um boneco lego com uma Canon 70-200 f2.8, mini figuras de jornalistas com maquinas fotográficas. Passando como não podia deixar de ser pelo peluche mais mediático no reino da fotografia – O nosso What the Duck!

Na segunda prateleira temos:

  • Zenit 12
  • Agfa Synchro Box
  • Baby Brownie Special e um rolo que expirou em Março de 1977
  • Fotomotro
  • Canon QL 25

Na terceira prateleira:

  • Ultra Fex
  • Polaroid Land Camera 1000
  • Agfamatic e um rolo que expirou em 2004
  • Canon IXUS 300 ( a nossa primeira maquina digital)
  • Lumiere

Na prateleira final:

  • World Press Photo 2009
  • Os nossos Moo Cards.

Um dos passos do projecto é tirar uma foto ou mais com cada uma destas maquinas e colocar lá ao lado. Ja temos os rolos para quase todas 🙂

 

Moldura do Ikea…

Quase todos temos lá por casa, pelo menos uma ou duas molduras do Ikea, daquelas de 3 ou mais fotografias que fica tão bem em qualquer sala ou qualquer quarto.

Ora bem esta moldura em questão já passou por duas mudanças de casa e tem perto de 3 anos, por isso já estava a sofrer de um grande mal, que é o de abrir pelos cantos devido a estar pendurada.

A solução era simples, um bocado de madeira, dois pregos da nossa adorada maquina de pregar a pressão e pumba, problema resolvido.

Simples nao? 🙂

E vejam o resultado final se não ficou gira.

E assim poupamos alguns euros de comprar uma nova.

Já lá temos mais algumas para levarem com o mesmo tratamento 🙂

O Painel das Ferramentas…

Já eramos para ter falado deste post a semana passa, mas devido a problemas que mencionamos ontem no post de balanço de fim de semana, tal não nos foi possivel, por isso aqui fica.

Já há muito tempo que andávamos a pensar como iríamos fazer um painel para arrumar “decentemente” as nossas ferramentas, na garagem, até porque cada vez que precisávamos de algumas delas tínhamos que quase desarrumar tudo para conseguir chegar até elas.

A soluçao surgiu quando na Dica(lidl) nos surgiu um painel modular, com os respectivos suportes para as ferramentas.

E pronto, mãos a obra, temos o antes:

E apenas 12 furos, 12 buchas e 12 parafusos depois eis o que ficávamos:

Infelizmente não deu para colocar todas as nossas ferramentas, mas deu para colocar as mais usadas no dia a dia, sendo que ainda podemos vir a acrescentar mais um ou dois quadros.

Para já estamos muito satisfeitos com o resultado, e tem sido muito mais pratico usar qualquer ferramenta.

Mais uma vez, o Lidl veio-nos salvar 😉

Fotografia…novo projecto…

Estamos a começar um novo projecto que não tem a ver com a Quinta Faneca™

Para já fica uma pequena amostra do que irá envolver…

Fiquem por aí 😉

Cantinho da Costura…

Não há duvida que se há coisa que é realmente versátil são as estantes expedit do Ikea, é que ja tivemos tantas variaçoes de zonas da casa com aquelas estantes, e no entanto continuamos a conseguir melhorar a nossa casa, sempre com as mesmas, ou seja sem novas aquisições.

E desta vez, foi para criar num dos cantos da nossa cozinha, o que veio a chamar-se de Cantinho da Costura e que teve que ser feito após a aquisição da nossa Maquina Singer .

Ora bem, o móvel que já la tínhamos tinha duas portas e dois módulos de gavetas. Sendo que nas gavetas temos a tralha do costume e nas portas tinhamos copos, garrafas, e os nossos produtos desidratados.

Uma arrumação era essencial, e deitar algumas coisas fora também, como sempre!

E aqui fica o antes:

Tinhamos garrafas por todo o lado e algumas maquinas em cima do móvel.

Mas agora reparem no depois, que ainda não esta completo:

Muito melhor, não?

Os copos acabaram por ir para outro movel, e aqui ficaram apenas as garrafas e os produtos desidratados. Claro que ainda nao esta acabado porque queremos colocar ainda umas molduras por cima da maquina e mais algumas coisas.

Para já o que podemos dizer é que a nossa cozinha ficou muito melhor.

A beleza de estarmos sempre a mudar coisas cá por casa a custo quase 0€ é que nunca temos uma casa igual 😉

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...